“Judicialização da saúde: alternativa transitória ou uma tendência irreversível?”, foi o tema do terceiro painel, que contou com a presença da dra. Elida Séguin, defensora pública do Rio de Janeiro, dr. Renato Battaglia, presidente da Comissão de Direito em Saúde da OAB/Barra, e dr. Armando Amaral, presidente da Feherj e da Academia Brasileira de Administração Hospitalar.
A palestra de encerramento foi “Saúde, Gestão e Liderança: Como Evoluir e Alcançar Melhores Resultados em Tempos de Mudanças”, com a apresentação da dra. Carla Moura Lima, neuroeducadora em relacionamento. Ao fim do evento, o Adm. hospitalar Jacaúna de Alcântara recebeu o Prêmio Benemérito da Administração 2016, além de uma placa de reconhecimento pelo seu trabalho da Academia Brasileira de Administração Hospitalar.