A advogada Isabelli Gravatá expõe sua visão sobre o modelo da reforma trabalhista. Para ela, da forma como foi realizada, a reforma não é boa nem para empresários, nem para empregados, pois não foi bem discutida com a sociedade em geral.